Informação de Tecnologia pelo Mundo…

É um pássaro? É um avião? Sim, ambos estão corretos: conheça o SmartBird

Mas por que ensinar robôs a voar? O que não faltam são avisos sobre a queda da humanidade depois que os robôs nos subjugarem, e ainda os ensinamos a voar? Olha, mas este SmartBird, criado pela empresa de robótica Festo, pesa só 500g e voa com a elegância de um pássaro.

O SmartBird é inspirado nas gaivotas, e pode ser controlado remotamente em tempo real, para decolar, voar e pousar como um pássaro de verdade – exceto pelo fato de não ter penas nem vida, é claro.

festo festo2 festo3

A ideia por trás do pássaro-robô não é criar um exército de espiões aéreos: é que a tecnologia para criar o SmartBird pode ser aplicada em geradores que produzem energia a partir da água, e mostra que os engenheiros da empresa passaram com louvor na disciplina Mecânica dos Fluidos.

A Festo já fez vários outros robôs inspirados na natureza: pinguins biônicos que se comunicam uns com os outros para evitar colisões; águas-vivas que nadam e brilham como as de verdade; e uma tromba robótica de elefante que lembra demais os tentáculos do Dr. Octopus.

 

Os comentários estão fechados.