Informação de Tecnologia pelo Mundo…

Empresa de segurança acusada de infetar smartphones

A NetQin, uma companhia de segurança chinesa, foi acusada de infectar smartphones com malware para potenciar a venda de software de segurança.

 

Segundo a PCWorld, o esquema foi denunciado por um programa da televisão estatal chinesa. O programa mostrou que a NetQin trabalhava em parceria com a Feiliu que produzia o software que alegadamente infectava os smartphones. A NetQin identificava a aplicação da companhia como malware e vendia soluções para apagá-la. Foi também revelado pelo programa televisivo que a NetQin é o segundo maior acionista da companhia Feiliu e que os co-fundadores de ambas as companhias frequentaram o mesmo doutoramento. A Sophos , fabricante de software de segurança, que traduziu a investigação feita pelo canal estatal chinês, refere também que o software de segurança de companhias rivais era retirado do smartphones. A Sophos condenou as actividades da NetQin e da Feiliu, tendo afirmado que tais actividades são prejudiciais para a reputação da indústria de segurança. As companhias NetQin e Feiliu já negaram as acusações e denunciaram as companhias rivais de espalharem boatos.

Fonte: Exame Informática

Os comentários estão fechados.